sábado, abril 29, 2017

Improviso na Toalha de Mesa - Abril 2017


Este desenho improvisado na toalha de mesa tem a assinatura de Patrícia Furtado, que foi a Convidada Especial da Tertúlia BD de Lisboa no mês de Abril de 2017.

Aliás, está próximo mais um encontro daquela tertúlia lisboeta, já no próximo dia 2 de Maio, no local do costume, isto é, Casa do Alentejo.
-------------------------------------------- 
Para o caso de alguém querer ver outras ilustrações improvisadas reproduzidas nas postagens anteriores, poderá fazê-lo clicando sobre o item Improvisos na Toalha de Mesa visível no rodapé

quarta-feira, abril 26, 2017

4ª Mostra do Clube Tex Portugal/2017





Anadia vai voltar a estar no foco da banda desenhada em Portugal, graças a um herói de BD, Tex, e ao entusiasmo do numeroso grupo de texianos espalhados pelo nosso país, mas mais concretamente os que habitam naquela cidade que, pelo 4º ano consecutivo, organizam aquele animado evento.

Veja-se o entusiasmo que ressalta do texto de apresentação elaborado pelos organizadores da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, distribuído pelos meios de comunicação social, incluindo os blogues:

*O Clube Tex Portugal, único Clube em Portugal dedicado exclusivamente a um herói da Banda Desenhada e o primeiro Clube oficial de Tex no mundo, trará este ano NOVAMENTE DOIS conceituados desenhadores italianos a Portugal.



*O evento a realizar em 29 e 30 de Abril em plena capital da Bairrada (Anadia), para além da presença dos consagrados desenhadores italianos Andrea Venturi e Leomacs (pseudónimo de Massimiliano Leonardo) contará também com DUAS mostras pessoais dos próprios autores com a exposição de várias pranchas das suas histórias de Tex.



Depois dos estrondosos sucessos ocorridos com as  Mostras dos três anos anteriores, todas elas ocorridas no Museu do Vinho Bairrada, a direção do Clube Tex Portugal dá a conhecer a todos os fãs e colecionadores da personagem Tex, assim como aos amantes da banda desenhada e ao público em geral que a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, irá realizar-se novamente na cidade de Anadia, no próximo mês de Abril, mais precisamente no fim de semana de 29 e 30 de Abril.



Pelo quarto ano consecutivo a Mostra vai realizar-se em Anadia, devido ao interesse e apoio da autarquia bairradina, disponibilizando novamente Museu para a realização de mais esta Exposição Texiana. Cada um dos autores italianos, como forma de agradecimento por este convite português fez uma magnífica ilustração a cores EXCLUSIVA para o evento de Anadia, numa tradição já habitual e que ocorre sempre que um autor de Tex nos visita de modo a registar a sua passagem por Portugal!



* Como forma de agradecimento por este convite português, Leomacs, desenhou o Tex em Portugal, mais precisamente num duelo na Main Street de Anadia, em pelo século XIX, tornando assim esta quarta presença do Ranger na capital da Bairrada muito mais especial.



* Por sua vez, como forma de agradecimento pelo convite Andrea Venturi, desenhou Tex Willer e Kit Carson junto ao Monumento dos Mortos da Grande Guerra, na Praça Visconde Seabra, em Anadia e com o edifício da Câmara Municipal ao fundo.

PROGRAMA OFICIAL
da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal
Data: 29 de Abril (sábado) e 30 de Abril (Domingo)
Horário: 11h00 – 19h00 horas
Local: Museu do Vinho Bairrada – ANADIA
Entrada: GRATUITA (com direito a entrada gratuita na Exposição Permanente, designada por Percursos do Vinho e exposta ao longo de seis salas temáticas, com peças de valor arqueológico, etnográfico e técnico, reunidas com a colaboração de diversos vitivinicultores, entidades locais e nacionais e para as Exposições Temporárias onde se revelam a pintura e o desenho de Gabriela Carrascalão – “Mana Timor” – e algumas das melhores caricaturas e arte digital de Rui Duarte – “Mr. Vin e Companhia”).
Tema: Esta quarta Mostra do Clube Tex Portugal tem como ponto alto a presença de dois dos mais consagrados desenhadores italianos de banda desenhada: Andrea Venturi e Maximiliano Leonardo (Leomacs) que vêm expor trabalhos de sua autoria relacionados a Tex:
Andrea Venturi e “Os pioneiros”Uma dúzia de pranchas do autor, seleccionadas pelo próprio, pretendem dar a conhecer, aos visitantes, no seu formato original, algumas da mais belas páginas de uma das mais elogiadas histórias da colecção Tex Gigante.
Leomacs e “Ouro negro” – Uma dúzia de pranchas do autor, seleccionadas também pelo próprio, pretendem dar a conhecer, aos visitantes da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, algumas da mais belas páginas de uma das mais recentes e inusitadas histórias de Tex e que complementam o lançamento desta obra em Portugal: Ouro negro, através do selo da Polvo.
http://texwillerblog.com/wordpress/wp-content/uploads/2017/04/Cartazes-oficiais-da-4%C2%AA-Mostra-do-Clube-Tex-Portugal.jpg

Programa

Sábado, 29 de Abril
15h00 – Inauguração Oficial da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal (Auditório);
15h30 – Visita guiada por Andrea Venturi e Leomacs às suas exposições;
15.h45 – Espumante de Honra, aberto aos convidados e público presente.
16h00  – Apresentação do livro “Ouro negro”, de Gianfranco Manfredi e Leomacs (Polvo) com a participação de Leomacs, Rui Brito e Mário João Marques sob moderação de João Miguel Lameiras (Auditório);
16h30 – Sessão de autógrafos com Andrea Venturi e Leomacs, disponível para todo o público presente, durante a qual os autores terão oportunidade de assinar os desenhos feitos por cada um especialmente para cartazes da Mostra. Para quem adquirir o livro “Ouro negro”, o desenhador Leomacs autografará em exclusivo cada exemplar;
18h00 – Desenho ao vivo com Andrea Venturi e Leomacs, EXCLUSIVO para sócios do Clube Tex Portugal (desenhos para não sócios somente depois de atendidos os pedidos dos sócios presentes);
20h30 – Jantar/Tertúlia com a participação de Andrea Venturi e Leomacs  (Restaurante “Nova Casa dos Leitões”).


Domingo, 30 de Abril
11h – Desenho ao vivo com Andrea Venturi e Leomacs, EXCLUSIVO para sócios do Clube Tex Portugal (desenhos para não sócios somente depois de atendidos os pedidos dos sócios presentes);
12h – Sessão de autógrafos com Andrea Venturi e Leomacs;
13h – Almoço/Tertúlia com a participação de Andrea Venturi e Leomacs  (Restaurante “Curiagrillbar”).

15h00 – Conferência Tex com a participação de Andrea Venturi, Leomacs, Dorival Vitor Lopes e Júlio Schneider, sob a moderação de Pedro Cleto (Auditório);
16h00 – Sessão de autógrafos com Andrea Venturi e Leomacs;
17h00 – Desenho ao vivo com Andrea Venturi e Leomacs. EXCLUSIVO para sócios do Clube Tex Portugal (desenhos para não sócios somente depois de atendidos os pedidos dos sócios presentes);
18h15 – Festa de Encerramento.
...................................................................
Imagens que ilustram o topo do presente post (de cima para baixo)

1) Cartaz do evento, da autoria de Andrea Venturi
2) Foto de Andrea Venturi
3) Foto de Leomacs (pseudónimo de Massimiliano Leonardo)
4) Local onde costuma decorrer o evento:
Museu do Vinho da Bairrada
Av. Eng. Tavares da Silva
3780-203 Anadia

---------------------------------------
Os visitantes do blogue que estejam interessados em ver  postagens anteriores sobre os itens Salões BD e afins ou Tex em Portugal, visíveis no rodapé, bastar-lhes-á clicar em qualquer deles   

domingo, abril 23, 2017

Como nasceu um desenhista, um anúncio brasileiro de 1965





Uma história real, é o título da publicidade inserida numa antiga revista brasileira, a Rancho Fundo, editada pela Rio Gráfica e Editora Lda., este nº4 em 1965.

O subtítulo era bem apelativo para qualquer jovem brasileiro: Como Nasceu um Desenhista (1). O anúncio que se referia a uma escola de São Paulo, acrescentava a seguinte informação bastante prometedora: "12 famosos artistas ensinam a desenhar".

E assiste-se, no desenrolar da curta BD, ao entusiasmo do jovem protagonista que se inscreve no curso de desenhista, na realidade para fazer banda desenhada, e que acaba por ter um futuro brilhante. Diz ele "agora desenho e crio historietas (2) famosas, obtive fama e tenho ganho grandes salários".

Uma publicidade bem desenhada com uma mensagem criadora de entusiásticas ilusões.


(1) Em português de Portugal usa-se apenas o vocábulo desenhador, embora os dicionários também incluam a variante desenhista. Eu uso-a esporadicamente quando falo de um autor de banda desenhada e lhe chamo banda-desenhista.

(2) Note-se o uso da expressão "historietas" e não histórias em quadrinhos. Sei que em castelhano (tanto de Espanha como de países sul-americanos) o vocábulo historieta é muito popular.

P.S. - Este material foi-me cedido pelo meu amigo Carlos Gonçalves, grande coleccionador.
 -----------------------------------------
Imagens que ilustram o post:
1) A banda desenhada publicitária
2) Capa da revista Rancho Fundo em que a bd foi publicada

3) A ficha técnica da revista
-----------------------------------------  
Vejam postagens anteriores deste tema, clicando no item: Publicidade em BD, visível no rodapé 

sábado, abril 22, 2017

Bedeteca de Lisboa - 21º aniversário




A Bedeteca de Lisboa faz vinte e um anos! O tempo passa tão depressa. Estive na sua abertura, tinha sido com surpresa entusiasmada que tivera conhecimento, meses antes, que Lisboa ia ter uma biblioteca especializada em banda desenhada.

Nos anos que se seguiram houve grandes momentos. João Paulo Cotrim, seu primeiro director, criou o Salão Lisboa de Ilustração e Banda Desenhada, que existiu com êxito durante alguns anos. Também na vertente editorial a bedeteca teve notável actividade.

A essa época brilhante seguiu-se um período de simples funcionamento como biblioteca especializada em BD, possuidora de um importante acervo ao dispor gratuito do público.

No espaço ajardinado anexo foram organizadas várias edições da Feira Laica, em que a banda desenhada e os fanzines tiveram preponderância. Volta agora, com os festejos aniversariantes, a animação ao bonito espaço dos Olivais. Os organizadores (com o Marcos Farrajota ao leme, suponho) crismaram o evento como Singular. Faço votos para que ele seja o reanimar daquele valioso equipamento cultural lisboeta.

A organização promete um mercado de edições independentes com as participações de Thisco, Lisbon Studio (c/ presenças dos autores Ricardo Amaral e Joana Afonso), Dor de Cotovelo, jornal Jankenpon, Boira Records, Cafetra Records, Xavier Almeida, Chili Com Carne / MMMNNNRRRG, Oficina do Cego, Clube do Inferno, Gato Mariano, SerroteZé Burnay.

   
 No site Bedeteca Anónima há mais uma informação preciosa, que reproduzo com a devida vénia ao redactor Marcos Farrajota: 
"será lançado Ofende-me, um fanzine de BD do colectivo Dor de Cotovelo com jovens autores de BD portugueses, alguns deles saídos da escola Ar.Co., como Gonçalo Duarte, Dileydi Florez, Guilherme Figueiredo (que assinava Gréc), Ana Braga, Tiago Martins, Ema Gaspar, Cecília Silveira e Pedro Brito – ah!? Pedro Brito? Lêmos bem? Que bela surpresa! Foi o autor que estreou a colecção Lx Comics da Bedeteca em 1998!!!"

Aliciantes novidades!
.......................................................
Autor do cartaz, visível em duas versões diferentes: André Pereira