terça-feira, junho 20, 2017

Exposição de banda desenhada em Cascais


Quadradinhos Portugueses - Olhares & Estilos, eis o título pelo qual se apresenta uma exposição de banda desenhada, que se insere no âmbito da programação do Bairro dos Museus, sob a égide da Câmara Municipal de Cascais e da Fundação D. Luís I.

Na mostra estarão visionáveis pranchas de BD dos seguintes ilustradores/autores de BD (aqui indicados por ordem alfabética):

1. Baptista Mendes
2. Daniel Maia
3. Fernando Vilhena de Mendonça
4. João Amaral
5. João Mascarenhas
6. José Garcês
7. José Ruy
8. Luís Diferr
9. Pedro Massano
10. Penim Loureiro
11. Renato Abreu
12. Susana Resende
13. Victor Mesquita

Local da exposição: Cidadela de Cascais
Dia e hora da inauguração: 24 de Junho, 19h
A exposição estará montada até 3 de Setembro

--------------------------------------
Os visitantes interessados em ver notícias anteriores sobre Exposições BD Avulsas podem fazê-lo clicando no respectivo item inserido em rodapé   

domingo, junho 18, 2017

Palestra sobre BD por Dr. Manuel João Ramos


Prancha da banda desenhada Alverquinha: À Descoberta de Novos Mundos, da autoria de Manuel João Ramos, a personalidade convidada pelo Clube Português de Banda Desenhada para desenvolver a palestra "Eu e a BD".


Vai realizar-se na sede do  Clube Português de Banda Desenhada-CPBD a 4ª sessão do ciclo Personalidades Ilustres da Vida Social, Política e Cultural Portuguesa Falam de Banda Desenhada.

O citado ciclo iniciou-se com a palestra Eu e a BD por Guilherme de Oliveira Martins (9 Julho 2016), tendo continuado com palestras sobre o mesmo tema por António Mega Ferreira (15 Outubro 2016) e Rui Zink (21 Janeiro 2017).
 Vai agora ter seguimento, no dia 24 de Junho, com a participação de Manuel João Ramos, professor universitário, sendo público que, numa determinada época, em paralelo com a sua actividade docente, teve significativa participação na banda desenhada publicada em jornais, de que no topo do post se pode ver o anti-herói Alverquinha, por ele criado a solo, numa das pranchas publicadas no já desaparecido semanário Independente.

Programa
Eu e a BD - Palestra pelo Prof. Manuel João Ramos
Data e hora: 24 de Junho 2017 - Das 16h às 17h30
Local: Sede do Clube Português de Banda Desenhada-CPBD
Avenida do Brasil, 52-A
Reboleira
Amadora

#CPBD
------------------------------------------------------
Nota importante para os sócios do Clube Português de Banda Desenhada-CPBD:
Esta palestra realizar-se-á após o almoço comemorativo do 41º aniversário do CPBD, que vai ter lugar entre as 13h e as 15h de 24 de Junho, no Restaurante Chafariz das Gravatas - Rua Elias Garcia, 109 D, Reboleira, Amadora. 
-------------------------------------------------------

MANUEL JOÃO RAMOS

Síntese autobiográfica na 3ª pessoa (com adenda escrita por uma 2ª pessoa) 


Manuel João Ramos, nascido em 1960 em Lisboa, Portugal, é Professor Associado com agregação no Dept. de Antropologia e pesquisador sénior do Centro de Estudos Internacionais, no ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa. É actualmente director da Biblioteca Central de Estudos Africanos.

Em 1982 completou a licenciatura em Antropologia (na FCSH-UNL), produzindo uma monografia sobre uma comunidade de pescadores no sul de Portugal.
Em 1987 completou o mestrado em Estudos Literários Comparados (na FCSH-UNL) com uma dissertação sobre literatura de viagem. Em 1995 defendeu uma tese de doutoramento em Antropologia do simbólico (no ISCTE-IUL), sobre mitologia e visões do Oriente Cristão. 
Tem desenvolvido uma carreira paralela em artes gráficas e tem militado pela redução do risco rodoviário. É presidente da ACA-M, delegado da FEVR, Federação Europeia de Vítimas da Estrada) na colaboração das Nações Unidas para a Segurança Rodoviária, e é membro da direcção da Aliança Global das ONGs para a Segurança Rodoviária. É ainda o representante da Sociedade Hakluyt em Portugal.

Adenda, no que concerne à BD, escrito pelo presente blogger:

Na década de noventa, Manuel João Mendes da Silva Ramos (Lisboa, 8 Maio 1960) colaborou no semanário Independente, fazendo dupla como desenhador com o argumentista Rui Zink na realização de bandas desenhadas dedicadas ao anti-herói Major Alverca (um conto gráfico de 32 páginas, nunca publicado em livro, intitulado "O V Império Contra-Ataca"), criando mais tarde, mas ainda nos anos noventa, a solo, a personagem Alverquinha. 
Colaborou também no fanzine Efeméride (nº1, de 15 Out.2005) dedicado ao tema "Sonhos de Nemo no Século XXI", com o episódio de prancha única, a cores, "Um Século Tão Estranho".
Como escritor tem a seu crédito várias obras, entre as quais uma com ilustrações suas, intitulada Histórias Etíopes - Diário de Viagem.

sexta-feira, junho 16, 2017

Eco de Festival BD - Improvisos na Toalha de Mesa em Beja 2017


 
É de facto surpreendente a facilidade técnica demonstrada por Valentin Tanase (autor do primeiro desenho) e o sentido de humor de Flávio Luiz (autor da segunda composição), ambos a esgalhar estes improvisos durante o jantar colectivo do dia 28 de Junho, domingo, um momento de confraternização que torna muito especial o Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja, neste caso o de 2017. 

----------------------------------------------------
Para o caso de alguém querer ver outras ilustrações improvisadas reproduzidas nas postagens anteriores, poderá fazê-lo clicando sobre o item Improvisos na Toalha de Mesa visível no rodapé